Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Cenas

A Máscara

Novembro 22, 2021

21929061_jGccg.jpegNunca tiveste a ideia que aqueles homens poderosos que se vêem na televisão todos os dias a comandar o mundo  são um pouco como as pessoas normais que não mandam em ninguém sendo a única diferença é que estes possuem uma  mascara que mostram em publico dando uma aparência de ausência de receios mas na verdade não passam de indivíduos confusos e assustados e que usam a sua arrogância e autoridade para disfarçar os seus pavores e temores.

A Espreitar

Novembro 15, 2021

21911617_cdeVU.jpegQuando escreves um texto e o partilhas com o “mundo exterior a ti”, não ficas as vezes com o desejo de saber quem é que te esta a ler, que tipo de personalidade ou sexo têm a pessoa que degusta o teu texto e ao mesmo tempo saber em que lugar distante á tua pessoa esta o conjunto de letras que organizaste no papel ou num ecrã de computador para partilhar a historia que agora corre liberta de ti, da tua imaginação e criação.

A Moeda

Novembro 08, 2021

21851492_w93w0.jpegExiste uma tradição, um velho costume de atirar uma moeda para uma fonte ou um poço e pedir um desejo. Eu não tenho desejos a pedir mas não me parece que a moeda em circulação de valor facial mais elevado, uma das de dois euros, fosse suficientemente valiosa para pedir o eventual desejo que a fonte ou o poço me pudesse conceder porque a minha ganância ou ambição iam desejar coisas impossíveis de alcançar ou realizar durante a minha mortalidade, no entendo acredito que se lançar a moeda e não pedir nenhum desejo então o meu desejo que será inconsciente da minha vontade terá boas possibilidades de  realizar-se apenas com de uma simples moeda de dois euros porque o meu inconsciente é mais modesto que o meu consciente e é por isso é que eu acredito que os desejos se realizam.

O Grito

Novembro 04, 2021

21845431_2jiuy.jpegNunca estiveste num local publico rodeado de gente e subitamente e sem motivo aparente sentes uma vontade enorme de gritar bem alto qualquer coisa  mas permaneces em silencio como se as pessoas que te rodeiam te agarrassem e te impedissem de soltares o teu grito e tu ficas imóvel em silencio com o grito contido no nó da garganta e sentes como que as mãos dos estranhos que te rodeiam a tapar a tua boca, a tua face, a tua identidade ate te sufocarem e tu deixares de existir.

Os Passos

Novembro 02, 2021

21842067_9HY3e.jpegSinto que as meus passos são demasiado pesados devido ao peso da responsabilidade que carrego nos meus ombros por isso sinto que quando dou uma passada, o chão parece que se esta a partir debaixo de mim como se caminhasse sobre um tapete de gelo muito fino, por esse motivo é comum eu perguntar o que acontecera se o gelo ceder e se quebrar para onde irei cair, se a queda será curta ou por outro lado será longa.

A Janela

Outubro 25, 2021

21840527_kGpKb.jpegDa janela da minha casa, vejo passar muitas pessoas na rua. Uns vão lentamente, outros vão apressadamente. Existem também pessoas que se cruzam, cumprimentam-se, param e ficam a falar um pouco e depois voltam a seguir o seu rumo. As vezes pergunto-me aonde irão todas essas pessoas, se reparam que estou a observá-las e se se questionam da mesma forma que eu.

O Namoro

Outubro 18, 2021

21803899_g4D9K.jpegHoje faz um ano que nós conhecemos. Estava um dia relativamente quente. Não me recordo o que tinha que fazer, mas eu ia na rua a fumar um cigarro. Tu estavas a passar e abordaste-me e perguntaste se tinha lume. Respondi que tinha e que eram fósforos e questionei-te se querias mesmo assim. Tu disseste que sim. Tirei do bolso a caixa de fósforos e constatei que só tinha um fosforo e entreguei-te. Perguntaste se não fazia mal ser o último fosforo. Respondi que não. Então acendeste o fosforo e levaste a boca para acender o cigarro, nesse preciso momento, uma brisa de vento apagou o fosforo e tu fizeste uma cara de insatisfação. Disse-te então se querias acender o teu cigarro com o meu. Perguntaste se não me fazia diferença. Eu entreguei-te o meu cigarro, tu sorriste e acendeste o teu, depois agradeceste e ficamos a falar um bocado enquanto fumávamos.

A Lembrança

Outubro 14, 2021

21798145_FjLVU.jpegLembras-te quando fomos ao Festival este Verão e acampamos. Iam tocar as nossas bandas favoritas. Quando chegamos ao parque de campismo víamos tanta gente que pensávamos que não íamos encontrar um lugar para montar a nossa tenda. Finalmente depois de procurar por um espaço para acampar encontramos um local perto dos duches e montamos a tenda com a habilidade de um arquitecto e no fim tu começaste a dançar de alegria como uma louca e como não houvesse amanha e eu fiquei a olhar para ti deslumbrado. Lembras-te?

 

A Casa

Outubro 11, 2021

21785010_wLMe5.jpeg

Perguntaram onde moro, eu respondi que a minha casa fica perto das nuvens e perto do mar e que serve de ponto de referência para muita gente, mas isso aconteceu apenas por coincidência derivado a sua localização e não por minha vontade. Vou dizer-te um segredo e contar-te que preferia morar num local menos exposto a olhares alheios, mas isso aconteceu e sou muito feliz na minha casa.

A Laranja

Outubro 07, 2021

21779616.jpegPor acaso estava a apetecer-me comer uma laranja, mas não era uma laranja daquelas que compramos no Hipermercado. Gostava de poder colher a laranja directamente da Laranjeira e de preferência a noite para a laranja apanhar o ar da noite e assim estar fresca. Gostava também que a arvore onde ia colher o fruto não fosse minha porque considero que as laranjas roubadas têm um sabor especial e por isso sabem melhor. Se fosse agora apanhar a Laranja para comer provavelmente roubava duas para te oferecer uma.

Mensagens

Mais sobre mim

foto do autor

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Arquivo

  1. 2021
  2. J
  3. F
  4. M
  5. A
  6. M
  7. J
  8. J
  9. A
  10. S
  11. O
  12. N
  13. D
Em destaque no SAPO Blogs
pub